/home/claudio

Páscoa 2009

Posted in Escalada by cbrisighello on abril 14, 2009

Neste último fds, fui com minha esposa à Itajubá e região, lugar que não visitava a muito tempo:

Pico dos Marins


Paraíso dos ‘Bordis’


Boulders na Piedade


Desde a última vez, muita coisa se desenvolveu, e surgiram novas vias e boulders de alta dificuldade. Fui conferir o “Tubarão” na Pedra da Piedade (valeu pelos betas, Juliano) que está cotado em V12 pelo Leandro Pardal, sujeito tranquilo/low-profile lá de São Bento, que no mesmo fds estava fazendo mais uma 1a. ascensão, do que pode ser o boulder mais difícil do continente. O bloco do “Tubarão” possue uma formação de proa, com uma barbatana no ínicio. Após uma boa faxina nas agarras, provei a “fera”, cuja movimentação é alucinante, e o crux bem definido: uma pinça de bidedo que te leva à dominada. No meu caso, só me levou à lona, pois fui nocauteado umas 25 vezes por esse movimento, até me dar por vencido. Mas o boulder é “world-class”, inspirou muito!! Aos pretendentes, fica o meu conselho de ir pra lá com o “alicate” em dia! :-)

O mais impressionante mesmo foram as pombas do sempre hospitaleiro Zé Célio (caseiro do sítio Paraíso ‘dos Bordis’), que voam e dão cambalhotas (mortais) no ar. Bizarro!

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Daniel said, on abril 14, 2009 at 10:54 pm

    Voodoo filmou essas pombas qd fomos pra lá ano passado!!!! Surreal! rs

  2. […] estive lá na Páscoa deste ano, desta vez fui com alguns objetivos mais específicos: o primero era provar a via Waimea […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: