/home/claudio

Ubatuba report

Posted in Escalada by cbrisighello on maio 5, 2009

Algumas imagens e impressões anotadas neste último feriado no Pontão da Fortaleza.

– A metereologia de Ubachuva é um pouco sensível. Leve seus amuletos da sorte, pois pode estar caindo o mundo em um canto da praia, e na outra ponta estar tudo seco. Se molhar, não desanime pois os blocos ficam bastante expostos ao sol e vento (alguns secam rapidamente).

– O Tsunami está cada vez mais difícil. Como diriam os boulderistas… “tá hard, véi”. Meu último ataque nessa belezura foi uns 5 anos atrás e hoje me arrependo de não ter mandado antes, veja só: o regletão potente de direita que tinha na saída (2a. agarra) sumiu. Sobraram alguns bem piores, o que te leva a preferir dar um dinâmico direto na agarra diagonal lá na esquerda. Até aí beleza, tá no começo então uma forcinha a mais não pega nada. O que me f*deu mesmo foi o pé esquerdo onde juntamos nesta agarra diagonal, e dali toca pra agarrinha de esquerda que dá inicio ao crux. Ficou bem mais difícil dominar essa agarrinha, pois aquele pé não era tão ruim assim. Sem falar no regletinho seguinte de direita, que eu mesmo tive a infelicidade de diminuí-lo em 2004 (este sem impacto na dificuldade da sequência). Pra galera mais forte eu imagino que não deve mudar o grau, mas tá um V9 “sup” com certeza. Meu consolo ficou por conta do Uréia V8, com um move concentrado que faz seu ombro direito te lembrar do boulder por alguns dias. O beta-chave pra mim foi erguer a perna direita abaixo do bloco, mesmo sem pé direito algum para pisar. Belíssima linha! Faltou pele pra tentar a extensão, quem sabe na próxima?

– Mesmo sendo um pico super-desenvolvido, mais um FA aconteceu neste fds, na bonita aresta highball do “Vasectomia”, porém escalada na sua face direita (arestando com a mão esquerda). O venezuelano “naturalizado” carioca Alexis Nuñez entrou comprometido ali e mandou o “Puro cambur y peo” (“Pura banana e peido”, devido à qtde. exagerada de bananas presentes nesta viagem :-) com grau sugerido em V4 “psico-técnico”. A linha toda deve ter uns 9 metros de altura, sendo o crux um deadpoint lá em cima. Em breve vídeo da cadena…

– A maioria dos que estavam comigo ainda não conheciam o point, e fico feliz por ter adicionado um pico world class em suas experiências. Inclusive Matt, escocês acostumado com a floresta de Fontainebleau, se encantou com o lugar e contou ter escalado cerca de 27 “high quality problems” distintos só nestes 3 dias.

Aproveito o gancho para fazer propaganda do Ubatuboulder 2009, dia 4 e 5 de julho, evento confirmadíssimo, dos irmãos Paranhos Linha e Rodregas (descobridores do local).

Boas escaladas a todos!

Tagged with:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: