/home/claudio

Taquaril

Posted in Escalada by cbrisighello on janeiro 4, 2010

2009 terminou naquele esquema: trabalhei até as 7 da noite em plena véspera de ano novo, e saí correndo em busca da liberdade. Até aí nenhuma novidade, não fosse o destino novo para mim – Taquaril – que fica um pouco depois de Petrópolis/RJ, ou seja, pertinho e ideal para a minha situação sem muitos dias para viajar. Já fazia um bom tempo que eu a a Yuri devíamos uma visita ao Abrigo do Elefante, ao lado da enorme montanha de mesmo nome. As desastrosas chuvas quase abortaram o passeio, mas no fim rolou um inesperado sol de rachar.

Ralf Côrtes e Ana Alvarenga: os “cuidadores” do local

2010, por sua vez, começou bem, não posso reclamar! Passamos a virada no Sítio Caldeirão, do Sr. Lessa & família, muito hospitaleiros. O terreno é um espetáculo: diversas cachoeiras e boulders, alguns chalés, saunas, etc… 30 anos de muita “jardinagem” pra fazer aquele pequeno paraíso. Lessa é um professor de música em vias de aposentadoria, com 65 anos e uma saúde invejável, do tipo que realiza travessias de 90km em 4 dias. Um dos blocos de sua propriedade recebeu uma primeira ascensão neste domingo: bela linha negativa com agarras que seguem a inclinação do bloco, exigente desde o início e vai melhorando até chegar na dominada que também é trabalhosa e não óbvia. Eu e Ralf Côrtes ralamos por umas boas horas até descobrirmos uma sequência funcional, que felizmente encadenamos. Ralf mandou, literalmente, no último gás do dia. Com 4 décadas nas costas, é de inspirar vê-lo escalando com tanta energia! O nome do boulder ficou “Terráqueos” e o grau sugerido em possível V9.

Bloco do “Gentileza”: movimentação 5 estrelas! (Foto da Alice)

Os outros dias também foram regados a trabalhos boulderísticos. Ralf nos levou para conhecer o setor pic-nic, e por lá escalamos alguns blocos clássicos, dos quais eu destaco o “Gentileza”: uma pedrinha bem negativa, com 2 agarras perfeitas e uma movimentação artística que te leva ao topo. Dali sai uma linha graduada em 7c (V5), a qual tive a sorte de realizar em flash, e uma variante que sai para a direita, até então somente encadenada pelo Guili, com grau flutuando entre oitavo e nono. Novamente em esforço conjunto, eu e Ralf conseguimos as primeiras repetições, cada um usando um beta diferente para vencer a dominada-crux a partir de um bidedo raso e uma croquinha abaulada.  Concordamos em 8c (V8). De quebra, abrimos um V3 bacana na face direita do bloco, entitulado “Piscinão”. Para quem ainda não conhece os boulders de Taquaril, recomendo incluir este no itinerário!

Sobre registros das escaladas: gravei alguns vídeos bacanas, que em breve pretendo editar. Fotos, fiz algumas no abrigo confome você pode conferir na barrinha do Flickr ao lado.

Alice e Aragão: impossível não rir com esse casal

Por fim, não posso deixar de agradecer aos anfitriões Ralf e Ana pela receptividade. Valeu mesmo!!

Boa semana a todos!

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Ana Alvarenga said, on janeiro 5, 2010 at 2:32 pm

    Valeu mesmo, Cláudio e Yuri, pela vinda, a soma na virada do ano e, principalmente, a ótima energia na hora dos bolders… assim dá até pro quarentão encadenar o V9!! hahahahahahahahaha

    Té a próxima…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: